home Espaço do Aluno Permita-se amar
Espaço do Aluno

Permita-se amar

Autora: Ivone Flores

O amor, desde muito tempo, é cantado em verso e prosa pela beleza e encantamento dos poetas e daqueles que se dizem amar. Embora de fato, na fonte pura e íntegra, o amor significa muito mais e tem uma grande profundidade se for levado em consideração sua essência e a sua verdadeira origem e função. O que se vê e se ouve, muitas vezes, é uma paixão de momento, um amor banal, leviano, que hoje é difundido nas mídias sociais, principalmente entre os jovens que ficam idealizando como símbolo e modelo de felicidade; na verdade são arquétipos do momento que só vivem de aparências. Tantas exposições trazem frustrações aos desavisados e o resultado, muitas vezes, é desastroso, e serve de motivo para justificar a própria infelicidade. E, pela falta de amor-próprio e um propósito de existência, ocorrem sofrimento, dores, desenganos, doenças, homicídios, suicídios, pessoas tristes, desiludidas, desesperadas e infelizes, sem perspectiva, vazias, com medo. Embora, tudo faça parte do processo evolutivo de cada um, pode ser diferente, modificado.

É oportuno uma reflexão, neste momento em que se tem uma grande oportunidade de agir, como espíritos encarnados, cabe a cada um descobrir seu propósito de melhorar e evoluir, para o amor e pelo amor e, desta forma, voltar para a casa, para a origem, bem melhores. O amor é capaz de modificar, curar, ensinar… Cada um está com as pessoas certas e no lugar certo, para que isso de fato aconteça.

Amor é a mais pura energia que transforma o ser, além de estar sempre presente em cada um de nós. “Amor: não prende, liberta”! Como dizer que ama uma ave, se a deixa na gaiola, sob o seu controle, sem permiti-la voar, que é de sua natureza. Permita-se viver o amor de forma liberta e liberte o amor que você tem para dar. Não se prenda às crenças limitantes do dar e receber, porque tem necessidade de sentir-se amado. O mais importante é poder amar. Doe seu amor, sem limitar as doses e não se preocupe com seu receptor, que pode ser de qualquer espécie, porque toda forma de amor, verdadeiro, é importante. Simplesmente, ame. O prazer do amor verdadeiro e incondicional é maior de quem doa do quem o recebe.

Ame porque isso faz bem a você e não espere nada em troca. Viva o amor como se fosse seu alimento preferido, sem exagero, no equilíbrio perfeito, porque se for verdadeiro, ele permanecerá e será feliz, assim como você quer e precisa. Quem ama de verdade, sem apego e cobranças, conquista o carinho verdadeiro, o melhor das pessoas, dos animais… E, este ser, amado, dará o que tem de melhor dentro de si. Quem ama e se doa por inteiro inspira confiança, fidelidade, carinho, partilha e verdade.

O amor que é verdadeiro, puro, sublime e perfeito, está somente em Deus. O que se vive por aqui é um treino para os fortes, para os que são capazes de fazer a sua própria reforma íntima, na prática, com erros e acertos. É pelos próprios erros que cada um encontra o caminho, usando os gatilhos, as dificuldades e as armadilhas, como ensinamentos e aprendizagens necessárias, para se autotransformar, curar suas próprias mazelas e buscar o seu lugar de equilíbrio, no amor-próprio, no amor do outro e no amor de Deus. Se for ao contrário, o Amor só será um substantivo do verbo amar.

Se permita amar, e ao caminhar, perceba que muitos irmãos estão à espera de um olhar afetivo, um sorriso amigo, um abraço de compaixão, um carinho para aquecer o coração e fazer disso um motivo para não desistir, mas, persistir, continuar a luta. Cada vez que você se permite olhar com amor, é o mesmo que estar dizendo que a vida vale a pena, que ninguém está sozinho. Que amar e ser feliz é uma escolha que impulsiona e transforma quem dá e quem recebe. Amor é o que continua, depois que a matéria perder seu valor. Amor é o que você leva, aprimora e segue, além do Plano Espiritual. Amor é conexão com o Pai Maior, é libertação!

9 comentários on “Permita-se amar

  1. Lindas as reflexões sobre o amor.
    Me fez entender que preciso ter a consciência de me dispor mais para o amor em família, com amigos e irmãos , encarnados e desencarnados.
    Muito obrigado.

    1. Tudo que aprendemos, não podemos guardar dentro de nós de forma egoísta. O que é bom precisa ser compartilhado.
      Se p mim foi importante, poderá ser útil para alguém. Abraços.
      Gratidao pelo carinho!

    1. Olá querida!
      Estamos juntos nesta jornada.
      Tem momentos que somos mestres; mas a maior parte do tempo, somos aprendizes…

  2. Excelente reflexão!

    Uso de tuas palavras para dizer que o Amor Transforma.

    Que nossa jornada seja repleta de amor e possamos aprender sempre.

    Gratidão pelo ensinamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *